quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Por que ninguém vai às ruas hoje? Porque nunca foi contra a corrupção!


O sociólogo Jessé de Souza tem se destacado por botar o dedo na ferida da realidade brasileira e denunciar que temos uma elite anti-nacional e anti-popular que conduz uma parcela da classe média reacionária como títeres, usando como instrumento a hegemonia da mídia empresarial.


Os cerca de 1 milhão de brasileiros que recentemente saíram às ruas 'contra a corrupção' com camisetas da CBF/Nike são os mesmos que saíram às ruas nas micaretas pró-Aécio nas eleições de 2014. Os títeres de uma classe média reacionária que odeia a ideia de um país mais justo e inclusivo.

Nunca foi contra a corrupção!

Aliás, essa turma está satisfeitíssima tanto com Temer, que está implodindo o SUS e a educação pública, quanto com o Estado de exceção implantado a partir de Curitiba, cujo objetivo de ouro é destruir Lula, o símbolo maior do povão e de um país aberto aos mais pobres.

Junto ao canhão da mídia, esses grupos operam grande parte da opinião pública, criando vilões e heróis e alterando o curso da política segundo seus interesses. Essa gente paga menos imposto do que o trabalhador, sonega centenas de bilhões anualmente e não se incomoda com a corrupção desde que seja um deles a governar.

Enquanto isso o povo trabalhador, exposto a um sistema de mídia corrompido, segue buscando se orientar a partir da vida real e das parcas informações verdadeiras a que tem acesso.

Assista à entrevista realizada pelo TV Afiada com Jessé de Souza.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os direitos humanos e a nossa vida. Por que defendê-los? Parte 2

No primeiro artigo da série "os direitos humanos e a nossa vida" ( que você pode ler aqui ) nós fizemos um apanhado sobre o hi...