terça-feira, 27 de novembro de 2018

Segunda Audiência Pública para "discutir" um novo Plano Municipal de Educação é realizada

O Dirigente Estadual pela APEOESP, Fábio Sardinha,
fala durante a audiência.
Foto: Filipe Peres
Mais uma vez posta em um horário difícil à participação popular, realizou-se, nesta terça-feira, à tarde, no Teatro Auxiliadora, a segunda audiência pública para "debater" o "novo" PME. Como já era esperado, devido ao horário proibitivo, houve pouca adesão de profissionais da educação. 

domingo, 25 de novembro de 2018

Acampamento Alexandra Kollontai, do MST, planta 250 mudas nativas em área de preservação


Acampados realizaram ato de reflorestamento, em Serrana/SP.
Fotos: Filipe Peres

O acampamento Alexandra Kollontai, do MST, localizado no município de Serrana/SP (24 km de Ribeirão Preto/SP), realizou neste sábado, 25, o plantio de 250 mudas nativas em um raio de 50 metros da nascente de uma mina. A ação visa a sua preservação. Outro objetivo dos acampados é recuperar a floresta outrora existente naquele local.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Declaração do Ministério da Saúde Pública de Cuba sobre o fim do programa Mais Médicos


Médico cubano em área remota pelo Programa Mais Médicos.
Fotos: Araquem Alcântara



Tradução: Filipe Peres

Declaração do Ministério da Saúde Pública

Fonte: Ministério da saúde pública de Cuba ,14 de novembro 2018

Ministério da Saúde Pública de Cuba

o Ministério da saúde pública da República de Cuba, comprometido com os princípios solidários e humanistas que durante 55 anos têm guiado a cooperação médica cubana, participa desde a sua criação em agosto de 2013, do programa mais médico para o Brasil. A iniciativa de Dilma Rousseff, na época Presidente da República Federativa do Brasil, teve o nobre propósito de garantir atendimento médico ao maior número da população brasileira, em correspondência com o princípio da cobertura universal de saúde que a Organização Mundial de Saúde (OMS) promove.

sábado, 10 de novembro de 2018

O Calçadão 4 anos: um ciclo se fecha, um novo ciclo se abre!



O blog O Calçadão completará 4 anos dia 19 de dezembro próximo. 

Foram 4 anos ininterruptos no ar, com matérias novas todos os dias.

Criamos o blog para buscarmos contribuir com o debate político, discutir a cidade, trazer as pautas dos movimentos populares e consolidar a existência de uma mídia alternativa e digital em Ribeirão Preto.


Foram 2.153 postagens (996 sobre política, 464 sobre Ribeirão Preto e o restante sobre os mais diversos assuntos).

Ultrapassamos os 9500 seguidores em nossa página no facebook e criamos nosso canal no youtube e nossa conta no twitter.

Foram, até o momento, 1 milhão 547 mil visualizações.

Entrevistamos quase uma centena de pessoas de destaque municipal, estadual e nacional. Contribuímos para o debate em todas as questões relevantes da cidade e do país.

Cobrimos todos os eventos políticos e populares importantes do período. Cobrimos diariamente todas as greves e mobilizações dos servidores municipais ocorridas no período.

Conquistamos o respeito e o prestígio diante dos mais diversos movimentos populares, lideranças e partidos políticos.

Aprendemos muito e ainda estamos aprendendo.

Mas, acima de tudo, cumprimos nosso papel.

Ao fecharmos esse quarto ano de existência, fechamos um ciclo para abrirmos outro.

Vem aí o blog O Calçadão renovado, com novas plataformas digitais, com novas pautas, nova linguagem, avanços tecnológicos, mais interação com os seguidores e mais conexão entre as diversas mídias sociais, mas com a mesma pegada popular e democrática.

Estaremos ainda mais próximos de Ribeirão Preto, do povo e dos movimentos de Ribeirão Preto, falando de assuntos que interessam a toda população.

Precisamos estar preparados e renovados para esse novo ciclo, onde a nossa responsabilidade com a democracia e com as reivindicações do povo será redobrada.

Agradecemos a cada um que nesses 4 anos nos deram a honra de sua presença e estamos cheios de motivação para seguirmos caminhando na construção deste blog.

Contamos com cada um de vocês para continuarmos crescendo.

As novidades chegarão em breve.

Em frente!

domingo, 4 de novembro de 2018

Ser memória e fazer história

Ato pela Democracia.
Fotos: Filipe Peres

Por Kelli Mafort

Na companhia de um querido camarada fiz um passeio na capital paulista revisitando as memórias da ditadura. 

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

O neoliberalismo avança fortemente no Brasil e no mundo!


O neoliberalismo é a estrutura político-econômico-ideológica do grande capital transnacional, das grandes corporações financeiras e empresariais que atuam no mundo de maneira monopolista.

O neoliberalismo existe desde meados dos anos 1980 e tem buscado se moldar às realidades políticas para tentar influenciar as decisões e legislações dos Estados nacionais para, assim, drenar para si, ou seja, para um seleto conjunto de mega-investidores e grandes corporações financeiras, através dos juros da dívida pública, das privatizações e dos fundos de previdência, as riquezas geradas pelos países.

Sua ação se dá em nível mundial, sempre apoiada na grande mídia empresarial, nos interesses dos grandes bancos de investimento e no campo político atrelado a seus interesses.

Seu adversário é o modelo social democrata, o modelo de bem-estar social desenvolvido principalmente na Europa após a segunda guerra mundial e espalhado por alguns países do mundo.

O modelo de bem-estar social propõe a coexistência de uma economia de livre mercado e de políticas públicas que promovam a distribuição de renda, impeçam o aumento da desigualdade social e promovam um desenvolvimento econômico ambientalmente sustentável.

O modelo de bem-estar social cobra das grandes corporações financeiras uma contribuição, na forma de impostos, para criar um colchão social e financiar o desenvolvimento nacional.

O modelo de bem-estar social está na base de algumas propostas desenvolvidas no âmbito da ONU, como a Agenda 21, por exemplo.

Contra isso, nos últimos 30 anos, as forças representantes do neoliberalismo vêm atuando nos países disputando o poder político ou disputando a hegemonia do pensamento através, principalmente, da mídia empresarial.

É o tão famoso modelo de "pensamento único" tão propalado nos anos 1990.

Equipe técnica, ligada ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, está desenvolvendo estudo para a elaboração de políticas públicas que atendam as mulheres em Ribeirão Preto.

Equipe técnica está realizando estudo profundo e técnico para propor Políticas Públicas paras as Mulheres, em Ribeirão Preto. Fotos: Sil...