domingo, 5 de março de 2017

Com todo respeito, o abandono da Praça XV é inaceitável, tem lixo na fonte luminosa!

Busto de Luiz Pereira Barreto, limpo em uma praça cuidada (tempos passados)

Estive neste domingo pela manhã, 05/03/2017, caminhando pelo Centro com minha companheira e minha cachorrinha. Passear aos domingos pela manhã no Centro de Ribeirão é um programa muito bacana, pois a tranquilidade te permite apreciar muito melhor a beleza histórica que ainda resta.


Dentro dessa beleza histórica, a Praça XV, com o 'quarteirão Paulista' ao fundo, é talvez o local mais bonito e instigante da cidade. Tem muita história ali, no coração da cidade, no marco zero.

Agora imagine encontrar a Praça XV, o cartão postal de Ribeirão, com o mato alto, de meses sem ser roçado, lixo doméstico atirado para dentro do canteiro da fonte luminosa, sujeira por todo lado, o busto de Luiz Pereira Barreto pixado.

Eu compreendo muito bem as dificuldades financeiras que Nogueira deve estar passando para administrar a cidade e, apesar de ser um opositor dele e do PSDB, sei que será complicado esse ano dar conta de colocar a casa em ordem (até porque o Prefeito fez na campanha o discurso burro de 'não elevar impostos' e agora tem que enfrentar o repúdio popular quando se descobre que isso é impossível na atual conjuntura).

Agora, sinceramente, dá para cuidar da Praça XV, não dá?

Pelo amor de zeus, não é possível que não haja em toda a administração uma roçadeira capaz de cortar o mato da praça central da cidade!

Lá se vão dois meses, Nogueira! Faça como seu pai fazia, vá caminhando até lá veja você mesmo. É rápido, a Praça XV fica a dois quarteirões do Palácio Rio Branco.

Ribeirão Preto carece de cuidar de suas praças, no centro e nos bairros,  e esse não será um trabalho simples, mas é uma tarefa fundamental. Revitalizar as praças é dar vida à cidade e eu sou um frequentador de praças, gosto. Frequento a praça do Papa, no Jardim Paulistano, frequento a Praça Pedro Biagi, no Ipiranga, e frequento as praças do Centro, principalmente a Praça XV. Todas abandonadas.

As praças devem estar cuidadas e repletas de gente de todas as tribos. As praças são de todos. Aliás, é dever do poder público levar cultura para as praças e, junto, levar gente, povo.

Mas não é o caso aqui de cobrar do Prefeito a limpeza e revitalização das praças em dois meses. Mas a Praça XV é obrigação! Mato alto e lixo na Praça XV, não dá!

Vou me atrever aqui a dar um palpite para o governo tucano: use as praças do centro como um projeto piloto de revitalização das praças, e comece pela Praça XV. Não é difícil. Dá inclusive para propor parcerias com os comerciantes e a própria ACI, parceira querida dos tucanos.

E, por favor, limpe o busto de Luiz Pereira Barreto, o médico que veio em 1860 do Vale do Paraíba e trouxe com ele as sementes de café para plantar na terra roxa do nordeste paulista. Sua importância em nossa história não permite que seu busto esteja pixado e nem que contemple uma praça com mato alto e com lixo na fonte luminosa.

Ricardo Jimenez

Nenhum comentário:

Postar um comentário