domingo, 28 de maio de 2017

50 mil em Copacabana começam a engrossar o grito de 85% dos brasileiros: Fora, Temer! Diretas, já!


A manifestação de hoje na praia de Copacabana é o sinal de que a campanha Fora, Temer/Diretas, já só vai crescer.


O golpe fracassou, apesar dos estragos que causou.

Uma Presidente legitimamente eleita foi derrubada por um golpe que instalou no poder um conluio corrupto e incompetente.

A democracia foi ferida e a economia arrasada.

20 milhões de brasileiros voltaram a sofrer com o desemprego.

A saída das elites, de jogar Temer e seu grupo ao mar para manter a agenda do golpe através de uma eleição indireta, não interessa ao povo brasileiro.

A greve geral do dia 28 de abril mostrou que há espaço para a mobilização popular e que a agenda do golpe não tem espaço no seio da massa.

É fundamental se desmascarar o intuito do golpismo e denunciar a postura do PSDB, tetra-derrotado eleitoral, que quer se manter no poder sem voto somente para levar em frente os interesses do grande capital.

O movimento por eleições diretas cresce.

Nos anos 80 foi semelhante: ignorado pelos grandes meios de comunicação, o movimento pelas Diretas cresceu e ganhou o país, reconduzindo o país à democracia e abrindo caminho para a Constituição de 1988.

Hoje, só há uma alternativa para retomarmos a democracia: devolver ao povo o direito de escolher seu futuro.

Vamos engrossar o grito dos 50 mil de Copacabana: Fora, Temer! Diretas, já!

Ricardo Jimenez

Nenhum comentário:

Postar um comentário