segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

A emissora que sonega, omite, manipula e esconde até o carnaval. Até quando?

No carnaval em que Temer é o vilão, Lula é o amado e Moro é o esquecido,
a emissora tenta manipular como sempre!

Usando de uma concessão pública há cinco décadas, a principal empresa de comunicação do país segue seu caminho de sonegação, omissão, manipulação e distorção dos fatos ao seu bel prazer.

Neste carnaval, onde a máscara do golpe vem sendo desnudada e a politização predomina, a emissora se "constrange" e se silencia diante de um desfile de carnaval e diante da manifestação espontânea do povo.


A escola Paraíso Tuiuti apresentou a ala dos títeres com camiseta da CBF/Nike que foram às ruas junto com Aécio e Eduardo Cunha defender a deposição de uma Presidente eleita com 54 milhões de votos.

Mas o que dizer dos telespectadores da grande emissora que, na época das manifestações, transmitia um desfile golpista como se fosse uma micareta?

O que dizer do sujeito que senta diante da televisão para assistir a um telejornal que vai manipular politicamente a informação?

A grande emissora trata o povo como um grande aglomerado de títeres. Manipuláveis.

Até quando?

Até quando uma empresa de mídia vai operar na política? 

Até quando uma emissora de TV vai sequestrar a democracia? Vai mandar no futebol? Vai influir nos posicionamentos de juízes e na pauta do STF? Vai querer eleger e depor Presidentes?

Até quando essa empresa que vive de recursos públicos vai pautar o carnaval e a expressão popular?

Essa é a batalha que o Brasil ainda não venceu.

Blog O Calçadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário