terça-feira, 8 de agosto de 2017

Encontros fora da agenda e na calada da noite. A degradação moral do Brasil!


Duas figuras que ocupam postos de grande importância dentro da estrutura pública brasileira, cargos que requerem decoro, formalidade, respeito à norma.

Duas figuras que se encontram fora da agenda oficial, nas noites de domingo, na residência oficial do atual Presidente da República. Para falar sobre o que?


28/05/16, 22/01/17, 12/02/17,  13/03/17, 27/06/17, 05/07/17 e 06/08/17. Foram 7 encontros fora da agenda, na calada da noite entre um Ministro da Corte suprema e o Presidente da República.

Pressionados, em algumas dessas ocasiões, eles alegaram alguns assuntos como: reforma política, orçamento do STE e biometria.

Mas se sabe que o que tratam ali é de política, mais especificamente das formas como Temer pode enfrentar a avalanche de denúncias tornadas públicas pelo Ministério Público e transformadas em denúncia formal pelo Procurador-Gral.

Gilmar Mendes faz política à luz do dia ou na calada da noite, faz até pelo telefone, como mostraram grampos de suas conversas com Aécio quando este pedia a interferência de Gilmar junto à bancada do PSDB no Senado no intuito de livrar Aécio das denúncias em Comissões do Senado.

Já Temer operou à luz do dia e também na calada da noite a compra, por 15 bilhões de reais, dos votos que o salvaram na Câmara na última semana.

Ambos, Temer e Gilmar, e mais Aécio e todos os políticos envolvidos no golpe de 2016, operam a retirada dos direitos trabalhistas e de aposentadoria do povo brasileiro.

Vivemos o momento da degradação moral absoluta do Brasil.

Blog O Calçadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário