quinta-feira, 8 de junho de 2017

Nogueira quer retirar mais direitos do professor

Vereadores trancaram a pauta por duas sessões para examinar o projeto
Fotos: Filipe Peres


Após proporcionar a maior greve da história de Ribeirão Preto, retirar os 28%, "analisar" a constitucionalidade do Prêmio Incentivo, o governo Nogueira traz mais uma inovação educacional: quer retirar o acúmulo de tempo de serviço para fim de evolução salarial para quem tiver vindo de outra rede.

Professores acompanharam a sessão
Nesta quinta-feira, na Câmara Municipal de Ribeirão Preto, a proposta não passou, tampouco foi rechaçada. Apesar do pedido de urgência do Presidente da Casa Rodrigo Simões (PDT), os vereadores entenderam que não podem votar uma pauta-bomba desta sem, ao menos, realizar uma leitura mínima. Por este motivo, a votação foi adiada por duas sessões.

Como afirma o professor Sandro Cunha no vídeo abaixo: "Se os professores não quiserem perder mais direitos precisarão dar plantão terça e quinta na Câmara Municipal".


Opinião

Nesta última quinta-feira, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Rodrigo Janot, entrou com uma ação contra o governo Alckmin acusando-o de desviar mais de 40 bilhões da educação para cobrir o rombo do SPPrev - que já surgiu como uma forma de cobrir um rombo na aposentadoria dos professores que, na época, já tinham o dinheiro de suas aposentadorias desviado pelo mesmo governo tucano.

Não é novidade para qualquer pessoa que possua um mínimo de consciência crítica que os governos do PSDB sempre gostaram de fechar as suas contas utilizando o dinheiro da educação. Sempre utilizaram este expediente e, sempre, contaram com contabilidades criativas e o apoio da imprensa local/nacional para escolher as palavras que ilustrariam as manchetes no dia seguinte. Mesmo entre aspas, não são privilégios que estão sendo retirados do professor, são  direitos conquistados com anos de  lutas coletivas e constantes. São anos de muito trabalho e negociação. 

Nem todo mundo entende de ironia. Pelo contrário, muitos só leem a capa.

Mais fotos:

Sindicalistas marcaram presença na sessão

Professores acompanharam a sessão






Nenhum comentário:

Postar um comentário