segunda-feira, 26 de junho de 2017

Partipantes do Curso de Formador de Formadores Latino-Americanos visitam a região de Ribeirão Preto

Participantes do Curso de Formador de Formadores Latino-Americanos confraternizam 
após o almoço no Acampamento Paulo Botelho, do MST/Ribeirão Preto.

Fotos: Filipe Peres


Contando com a participação de 34 organizações de 17 países, o Curso de Formador de Formadores Latino-Americanos da Escola Nacional Florestan Fernandes, do MST visitou a região de Ribeirão Preto/SP para unificar a teoria à prática. Na região, os participantes puderam conhecer os trabalhos de agro-floresta do Assentamento Mário Lago, além de conhecerem os Acampamentos Alexandra Kollontai, em Serrana, e o Acampamento Paulo Botelho, em Ribeirão Preto.

Para Judite, do Coletivo de Relações Internacionais do MST, "a cada curso que acontece, a gente tem a oportunidade de conhecer a realidade do MST". Para o venezuelano Luiz Ríos da Frente Francisco Miranda, "existe muita coerência entre o que, a nós, nos transmite a escola e como o movimento, por sua vez, tem a capacidade de levar a formação além de um espaço físico. A Escola Florestan Fernandes é um espaço que pode estar em qualquer parte a partir de um método formativo que implementa o MST. Isto também resulta ser muito interessante porque, às vezes, nos enquadramos de que os processos formativos têm que ser guiados pela estrutura física e vamos além disso, pode-se desenvolver em qualquer espaço. Nós vimos isso na oportunidade em que pudemos visitar o Acampamento Alexandra Kollontai, o Assentameto Mário Lago e, agora, aqui, o Acampamento Paulo Botelho".

Luiz Ríos, da Venezuela.
Os participantes do curso estiveram em Guararema por 45 dias. Na região de Ribeirão Preto, as visitas de campo duraram dois dias. Após conhecerem as experiências de agro-floresta no Assentamento Mário Lago, o Acampamento Paulo Botelho ofereceu-lhes um almoço. No final, antes de partir, todos confraternizaram com música e poesia.

O curso terminará no próximo sábado. Depois disso, os participantes voltarão a seus respectivos países onde darão continuidade ao processo de formação dos processos sociais, movimento populares da América Latina.

Mais fotos:



Participantes fizeram fila para o almoço 
Participantes do Curso de Formador de Formadores.




Haitianos marcaram presença



Nenhum comentário:

Postar um comentário