quinta-feira, 3 de novembro de 2016

MUITA COISA ERRADA ESTÁ ACONTECENDO EM NOSSO PAÍS

Alguma coisa, não, MUITA COISA ERRADA ESTÁ ACONTECENDO EM NOSSO PAÍS.
Só não enxerga quem não quer!

Bob Fernandes

Alguma coisa está fora da ordem. O Fórum Brasileiro de Segurança Pública informa: 67% dos jovens temem, têm medo da PM.

No domingo, na Praça dos Andradas, em Santos, foi algemado e preso o ator Caio Martinez Prado.

Seu grupo, "Trupe Olho da Rua", apresentava a peça "Blitz- O Império que nunca dorme ", com críticas à PM.

O governador Alckmin comentou: "Goste-se ou não, liberdade de expressão é liberdade de expressão".

Ao mesmo tempo Alckmin disse que a peça é de "muito mau gosto".


Em várias cidades há policiais suspeitos ou acusados de integrar grupos de extermínio. Santos é uma destas cidades.

Escolas e universidades estão ocupadas por estudantes. Em protesto contra a reforma no ensino médio e a PEC do Teto para Investimentos.

"Em nome da ordem" multiplicam-se reações Brasil afora.

Em Miracema do Tocantis um promotor ordenou e a PM algemou e prendeu 25 secundaristas e universitários.

No Distrito federal um juiz autorizou corte de água, energia e gás numa escola em Taguatinga e proibiu a entrada de alimentos...

O juiz autorizou ainda o uso de som contínuo "para impedir o sono"...

Há quem sugira acrescentar a essa lista refletores ligados sobre o rosto dos ocupantes por 24 horas...

Hoje são 1.231 escolas e 139 universidades ocupadas no Brasil...

As questões sociais em debate serão resolvidas com ordens de juízes, promotores e ação de PMs?

Na madrugada deste dia de Finados a PM expulsava 250 sem-teto de um prédio ocupado no centro de São Paulo...

... ao perguntar a um PM o que acontecia a fotógrafa Marlene Bergamo, da Folha, levou um tiro na barriga. Com bala de borracha.

Em Brasília, uma juíza determinou quebra de sigilo telefônico de colunista da revista Época. Buscando descobrir uma fonte do jornalista.

Jornalistas agredidos em manifestações desde 2013 são 295. Por motivos vários 22 jornalistas foram assassinados no Brasil nos últimos quatro anos.

Em Curitiba, populares vaiaram e ameaçaram advogados de Eduardo Cunha. Por serem... advogados advogando...

Juízes federais da 4ª região decidiram: como processos da Lava Jato trazem "problemas inéditos" admitam-se "soluções inéditas".


Muita coisa está fora da ordem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário