terça-feira, 18 de outubro de 2016

Maior líder popular dos últimos 50 anos, Lula representa o projeto nacional a ser retomado quando esse golpe fracassar!


Lula é muito mais do que um líder petista ou um ex-Presidente que deixou o cargo bem avaliado.

Lula é o símbolo de um projeto nacional de desenvolvimento que está para ser concluído desde os anos 30, sempre interrompido por golpes e artimanhas de uma elite entreguista e antipopular.


O ideal de um país soberano, tecnologicamente desenvolvido, inclusivo, socialmente justo está umbilicalmente atrelado a um projeto nacional de desenvolvimento que, absolutamente, deve enfrentar e vencer as barreiras impostas pelos interesses elitistas.

Lula falhou em muitos aspectos. Não mexeu na estrutura tributária regressiva brasileira, manteve o paraíso fiscal dos magnatas que não pagam IR em lucros e dividendos empresariais, não atacou a questão da concentração da mídia e não atacou com firmeza as amarras neoliberais que atrasam o desenvolvimento nacional.

O próprio PT falhou ao achar que a forma de financiamento empresarial de campanhas, tão usada pela direita desde tempos imemoriais, seria considerada normal pelo sistema. Pois agora a mesma elite se volta contra o PT o criminalizando por práticas que ela mesma instituiu e quer manter ad infinitum.

Mas Lula tem uma grande vitória, a de resgatar, mesmo que timidamente, os valores do trabalhismo, de um processo de desenvolvimento nacional com inclusão social e com aumento do aporte industrial e tecnológico do país.

Todo o sistema golpista, desde as perseguições seletivas da Lava Jato, apoiadas na mídia, até o processo farsesco do impeachment, colocando no poder um grupo político derrotado nas urnas, o PSDB, juntamente com os caciques do PMDB, interessados em sepultar seus crimes, tem como alvo final acabar com qualquer possibilidade de retomada de um projeto nacional de desenvolvimento.

Lula e o PT são os obstáculos maiores ao objetivo do golpismo e por isso devem ser destruídos.

Mas a sorte é que o caminho adotado pelo golpismo é sempre o mesmo. Causar uma epifania com uma campanha midiática e hipócrita de 'combate à corrupção' para retirar do poder o inimigo político e aplicar uma agenda entreguista e anti-social, pautada nos interesses do financismo nacional e internacional, recolocando o Brasil em uma posição subalterna na economia e na política internacional.

Essa é uma pauta derrotada, falida, com prazo de validade.

Querem rapidamente revogar a Constituição de 1988 e colocar no lugar um arcabouço legal determinado pelo mercado.

Falharão!

O Brasil de hoje não é mais o Brasil de 50 anos atrás e o povo em pouco tempo fará os golpistas entenderem isso.

Diante dessa conjuntura, é preciso compreender a importância de oferecer ao PT e a Lula a proteção devida, porque defender o PT e Lula, hoje, é defender a possibilidade futura de retomada de um projeto de nação.

A elite pode até atrasar a história, mas não evitará que a semente plantada por Vargas brote, desabroche e floresça, porque o povo fará a história.

E o povo é Lula, Lula é o povo.

E cada nova pesquisa, cada novo discurso, mostra isso, para desespero dos canalhas.

O Calçadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário