sábado, 8 de outubro de 2016

Ricardo, Nogueira ou nenhum? Como os progressistas de RP devem votar agora?

A pergunta é bem direta: como os progressistas de Ribeirão Preto devem votar nesse segundo turno em Ribeirão Preto?

A situação dessa vez é bem mais complicada que em 2012, quando foi necessário optar entre Dárcy e Nogueira.


Sabemos que boa parte dos progressistas foi de nulo em 2012 e pretendem ir de nulo agora também. Mas em 2012 o voto progressista foi fundamental para dar a vitória a Dárcy, àquela altura aliada do governo federal e disposta a trazer para cá os programas federais de moradia, mobilidade urbana e outros.

Mas agora o voto progressista não tem força para ser decisivo, tanto é assim que Ricardinho até agora não fez nenhum gesto em direção à esse voto, e nem o fará!

Vamos aos argumentos.

Em 2012 valia o raciocínio de que Dárcy era a opção menos pior do que Nogueira, um tucano clássico, antipopular, ligado aos interesses dominantes da cidade e inimigo das políticas públicas de distribuição de renda e universalização de direitos.

E em 2012 o voto progressista era importante e Dárcy fez sinais claros em sua direção.

Vejamos o resultado do 1o turno de 2012:

Dárcy 140 mil votos; Nogueira 90 mil votos, Chiarelli 17 mil votos. Do outro lado, tivemos: Gandini (pelo PT) 45 mil votos, Roveri (PSOL) 5 mil votos e Mauro Inácio (PSTU (3mil votos). Ou seja, o voto progressista em 2012 somou 53 mil votos!

Mas hoje a situação é bastante diferente!

Não que Nogueira não seja o pior candidato. É, sim! Tucano é sempre o pior candidato, incluindo as razões que escrevemos alguns parágrafos acima. O que mudou são as circunstâncias que levariam os progressistas a optar pelo outro e as razões do outro fazer sinais aos progressistas.

Vejamos os resultados do 1o turno desse ano.

Nogueira 100 mil votos (manteve quase a votação de 2012), Ricardinho 70 mil votos, Gandini (agora no PSB, base de Alckmin) 36 mil votos e Alexandre/Chiarelli 15 mil votos. Totalizando 20 mil votos a menos que em 2012. Mas a grande mudança vem agora: Hermenegildo (PSOL), Wagner (PCdoB), Fabio Zan (Rede) somaram menos de 15 mil votos!

Ou seja, a atual situação do Brasil e a ausência do PT na disputa majoritária desse ano jogaram 30 mil votos progressistas nos quase 200 mil ribeirão-pretanos que optaram por não votar ou votar branco/nulo já no primeiro turno nessas eleições!

E tem mais! Com a situação de golpe, qual mesmo a diferença entre Nogueira e Ricardinho aos olhos progressistas? Diferença cosmética já que ambos são da base de Alckmin e vão apoiar por aqui não só a política tucana do governador mas as políticas regressivas do governo Temer!

Seria legal perguntar a ambos o que pensam da PEC 241 que congela o orçamento público por 20 anos. Já sabemos a resposta de Nogueira, que aliás já prometeu 'choque de gestão' em RP, ou seja, cortes e mais cortes nos programas sociais. Mas e o que Ricardinho pensa da PEC? O blog O Calçadão aposta com qualquer um que, se perguntado sobre o assunto, Ricardinho fará uma elucubração da importância de se 'sanear as contas' e acabará jogando a culpa da crise na Dilma, no Lula e no PT como costumeiramente o faz.

Ricardinho e Nogueira apoiaram as manifestações coxinhas pró-impeachment. Ricardinho foi a SP pessoalmente fazer lobby pelo impeachment! Nogueira e Ricardinho tecem loas e mais loas ao juiz Sérgio Moro e à Lava Jato, instrumento político de caça e destruição do PT e do projeto nacional desenvolvido nesses 13 anos e que incluiu mais de 30 milhões de pessoas!

E aí vai novamente a pergunta: qual a real diferença entre os dois?

Ricardinho não fará nenhum sinal aos progressistas de RP, porque não enxerga lucro político nisso! 15 mil votos não farão diferença. Ele vai preferir disputar os votos de Gandini e Chiarelli, ambos na esfera direitista hipócrita e reacionária. "Não vamos tolerar novas favelas em RP" é uma frase dele!

Diante disso, o que faria um progressista pedir voto para Ricardinho?

O blog O Calçadão afirma aqui que, se Ricardinho fizer sinais claros ao campo progressista, nós refaremos a nossa análise conjuntural. Esses sinais claros são: rever sua posição diante do golpe e se colocar em consonância com as propostas apresentadas no documento público divulgado pelo Fórum dos Movimentos Populares de RP. Sem isso, no momento, não vemos motivos para votar em Ricardinho fazendo o mesmo esforço anti-tucano feito em 2012.

Aliás, se Ciro Gomes quer mesmo se viabilizar como líder de uma Frente de Esquerda para 2018, vai ter que cuidar bem do seu PDT, porque tem muitos 'Ricardinhos' ali dentro.

Melhor faz o movimento progressista se começar a se articular diante da realidade de uma administração regressiva e repressiva que se avizinha com qualquer um dos dois. O tema dos Direitos Humanos e da defesa das políticas públicas inclusivas ganhará cada vez mais importância e os movimentos populares devem estar prontos para fazer esse debate com a população de RP nos próximos anos.

É preciso construir a unidade de ação do campo progressista em Ribeirão Preto.

Há 200 mil ribeirão-pretanos afastados do processo político-eleitoral e é preciso dialogar com eles, levar as pautas progressistas e inclusivas até eles!

O Fórum Permanente de Movimentos Populares de Ribeirão Preto, que agrupa entidades progressistas dos movimentos populares da cidade, já está articulando um encontro ampliado do campo progressista com o tema direitos Humanos ainda nesse segundo turno. O blog estará lá para cobrir.

Aguardamos os posicionamentos oficiais de PT, PSOL e PCdoB sobre o segundo turno em Ribeirão Preto.

O Calçadão

4 comentários:

  1. Triste quadro nesse segundo turno !! Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

    ResponderExcluir
  2. Temos que ponderar inclusive se algum dos vices é aceitável, pq a Sevandija pode nos deixar sem prefeito, nas mãos de algum vice, o mesmo acontecendo nas eleições gerais pois há grande chance de ambos enveredarem para a candidatura federal. Assim sendo, diante de tanta incerteza com uma única e triste certeza, a de que temos 4 pessimas opções (2 para prefeito e 2 para vice), minha opção é "nulo" com louvor...

    ResponderExcluir
  3. PSDB nem morto !!

    ResponderExcluir
  4. Não digito o número do Nogeira nem no microondas!!!!

    ResponderExcluir