sexta-feira, 29 de setembro de 2017

DENÚNCIA SOBRE O TDC: GOLPE DA SME


Ignorando o acordado com os professores em reunião sobre o TDC, SME se reunirá, previamente, a portas fechadas, sem a comissão. Foto: Filipe Peres.

Por APROFERP

LEIAM COM ATENÇÃO

Após se encerrarem os debates dentro da comissão de TDC, a SME abriu o site para as contribuições dos professores da Rede Municipal. A comissão composta por entidades, membros da SME e representantes dos professores tiveram a garantia e o compromisso da presidenta da comissão Clarice Ferraz que se houvesse um grande volume de contribuições para a alteração da minuta de reestruturação do TDC, e que se as mesmas, estivessem dentro da lei, a comissão iria se reunir e acatar a decisão. 
Foram mais de 1000 contribuições no site, o que significa que houve uma grande participação e adesão dos docentes neste processo. Este grande volume de contribuições nos assegura e garante de acordo com o compromisso firmado, que a comissão irá se reunir para avaliar, analisar, tabular e decidir dentro da lei sobre as possíveis alterações na minuta inicial. 

Acontece que há mais de 15 dias se encerraram o prazo das contribuições no site, e até agora a SME não convocou a comissão para retomar o processo. A GRAVIDADE da situação não para por ai. A SME irá fazer uma reunião prévia somente com membros do governo para analisar, avaliar e tabular as contribuições ferindo frontalmente o acordo firmado. 


A prerrogativa de tabulação, analise e avaliação é da comissão, e não de um grupo restrito com apenas membros da SME. Exigimos transparência e respeito aos docentes da Rede Municipal, que terão suas vidas profissionais e pessoais afetadas com a reestruturação do TDC. 

Não aceitaremos qualquer ação imposta e autoritária em relação ao processo. Temos o direito de sermos ouvidos, e de ser respeitada a participação coletiva que se deu por meio do site. 

Reivindicamos e exigimos que o acordo firmado seja cumprido na íntegra.

Por gentileza professores, marquem colegas de trabalho no post e repassem para outros grupos (whats e facebook). Precisamos divulgar esta informação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário