quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Greve à vista?

Fica a questão: quem será o maior beneficiado com a retirada dos direitos dos servidores, a suspensão do pagamento do Prêmio Incentivo?
Foto: Arquivo O Calçadão
Primeiro foi o ataque aos benefícios conquistados pelos servidores do DAERP. Agora, um advogado particular , representando um servidor, foi o motivo que levou a Procuradoria do Estado a questionar a legalidade do Prêmio Incentivo. Oficialmente, esta é a justificativa.

Segundo consta, a Prefeitura Municipal e a Câmara defenderam a eficácia da lei, sendo derrotadas no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Entretanto, fica a questão: quem será o maior beneficiado com a retirada dos direitos dos servidores, a suspensão do pagamento do Prêmio Incentivo, a retirada desta obrigação orçamentária dos cofres da prefeitura?

Já aponta no horizonte a possibilidade de uma nova greve geral dos servidores. É do interesse do poder executivo impedir uma nova greve, garantindo o direito conquistado dos servidores? 

Veremos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Equipe técnica, ligada ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, está desenvolvendo estudo para a elaboração de políticas públicas que atendam as mulheres em Ribeirão Preto.

Equipe técnica está realizando estudo profundo e técnico para propor Políticas Públicas paras as Mulheres, em Ribeirão Preto. Fotos: Sil...