segunda-feira, 30 de outubro de 2017

A 13a Parada do Orgulho LGBT foi uma aula de democracia e luta



"Estado laico: A sua religião não é a minha lei" foi o tema da 13a Parada do Orgulho LGBT de Ribeirão Preto.
Fotos: Filipe Peres

Após realizar sem apoio público não só a 13a Parada do Orgulho LGBT de Ribeirão Preto, mas toda a semana LGBT, com debates variados, apresentações de filmes e o Miss Gay, os organizadores tiveram a promessa do prefeito Duarte Nogueira (PSDB/SP) de que no ano que vem tudo será diferente. Mas o fato é que este grande evento só aconteceu devido ao esforço de seus organizadores.


O recado aos movimentos conversadores foi dado: "Estado laico de fato: a sua religião não é a minha lei". O Brasil é o país que mais mata LGBT's no mundo. A cada 28 horas uma pessoa é morta por crime de homofobia. Que venham os conservadores e seus congressos de ódio. A comunidade LGBT não irá silenciar. E ela não estará sozinha.

Veja o vídeo:


Os direitos civis não serão jogados no lixo sem resistência. Está no Congresso o PL da deputada federal Maria do Rosário (a mesma que ganhou o processo contra o deputado Jair Bolsonaro) que criminaliza a homofobia, como já acontece com o racismo. 

Em plena semana, além da promessa de financiamento futuro, uma outra pequena vitória foi o veto total do prefeito ao PL da vereadora Gláucia Berenice (PSDB/SP), que proíbe e criminaliza o ensino de educação sexual e discussão de gênero nas escolas municipais. Entretanto, informações dão conta de que a bancada conservadora da Câmara Municipal irá tratorar o veto do prefeito. O caminho será a judicialização da questão, uma vez que a lei é inconstitucional.



A Semana do Orgulho LGBT de Ribeirão Preto foi muito mais do que uma semana em que se discutiu o direito a diversidade sexual, de gênero. A Semana foi um ato político muito claro de que a população não abrirá mão da democracia, de tudo o que foi construído a partir da redemocratização desse país. 

Os problemas LGBTs também são nossos. Já passou da hora de entendermos que não podemos abandonar nossos(as) camaradas em suas lutas de resistência sozinhos(as). Não voltaremos ao armário. Não podemos voltar ao armário.

Em novembro virá o "Mês da Consciência Negra". Promete.

Veja mais fotos da 13a Parada do Orgulho LGBT de Ribeirão Preto:





























Nenhum comentário:

Postar um comentário

Equipe técnica, ligada ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, está desenvolvendo estudo para a elaboração de políticas públicas que atendam as mulheres em Ribeirão Preto.

Equipe técnica está realizando estudo profundo e técnico para propor Políticas Públicas paras as Mulheres, em Ribeirão Preto. Fotos: Sil...