sábado, 14 de outubro de 2017

Gravação de Funaro: Manifestações pró-impeachment acenavam para Cunha? Leonardo Sacramento


Saiu a gravação de Funaro.
Ele é taxativo: Cunha era um "banco para corruptos". 
Ele financiava a campanha dos deputados para que votassem nele. 
Começou em 2014, quando da eleição, projetando-se para ser Presidente da Câmara.
Funaro já disse que viu inúmeras vezes Cunha tramar com Temer o impeachment de Dilma.
Ou seja, você que saiu às ruas foi um marionete de Cunha, o 'banco de corruptos'. 

Pediu o fim do corrupção, mas você foi financiado pela corrupção. Afinal, de onde você acha que veio o dinheiro do pixuleco, caminhões de som, MBL, panfletos, pessoas contratadas e, principalmente, quase todos os deputados?
Sabe aquele chorinho, gritinho e satisfação que você dava ou tinha a cada sim? 
Era nada mais do que um aceno de satisfação a Cunha, o grande 'articulador'. 
Afinal, "somos todos Cunha", não é?.
A rigor, você saiu às ruas para pedir o fim da corrupção mas, na prática, por ignorância voluntária, lutou em favor da corrupção, a corrupção do 'banco de corruptos'.
O que sobra? 
O imobilismo, mesmo depois de 10 aumentos de gasolina, desemprego, delações, provas, vídeos, malas de dinheiro, privatizações e diminuição de investimento em educação e saúde.
E o que deveria sobrar? 
Autocrítica!
Mas não, classe média é assim. Prefere o silêncio ou a fixação no antipetismo por meio de sites falsos (qualquer criança percebe isso) ou o moralismo barato de uma falsa pauta ética sobre arte do que uma autocrítica que promova algum desenvolvimento político (e cognitivo).
A ignorância voluntária é o mal da classe média.

Leonardo Sacramento é professor em Ribeirão Preto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Equipe técnica, ligada ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, está desenvolvendo estudo para a elaboração de políticas públicas que atendam as mulheres em Ribeirão Preto.

Equipe técnica está realizando estudo profundo e técnico para propor Políticas Públicas paras as Mulheres, em Ribeirão Preto. Fotos: Sil...