segunda-feira, 15 de abril de 2019

A Saúde na Greve


Débora Alessandra falou sobre os motivos que levaram os servidores da Saúde a ingressarem na greve municipal.
A Coordenadora da Seccional da Saúde do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis, Débora Alessandra falou, na última sexta-feira (12), em ato realizado na Câmara Municipal, sobre os motivos que levaram os servidores da Saúde a aderirem a greve municipal.


A Coordenadora detalhou pautas como falta de materiais, falta de funcionários, falta de segurança entre outros assuntos, além do reajuste preconizado pela mídia. Veja o vídeo:


Um comentário:

  1. Justamente, durante todo o ano passamos por situações de escassez de materiais essenciais para manutenção e higiene de nossos distritos, materiais de trabalho e falta de apoio em outras reivindicações. Nossa luta é diária. Mais qualidade de trabalho e valorização financeira também.

    ResponderExcluir

Equipe técnica, ligada ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, está desenvolvendo estudo para a elaboração de políticas públicas que atendam as mulheres em Ribeirão Preto.

Equipe técnica está realizando estudo profundo e técnico para propor Políticas Públicas paras as Mulheres, em Ribeirão Preto. Fotos: Sil...