sexta-feira, 26 de abril de 2019

Um dia após a recusa de investigação do prefeito Nogueira por parte dos vereadores, servidores enterram simbolicamente o prefeito e, em assembleia, reforçam a greve

Em assembleia, servidores deram continuidade à greve
Fotos: Filipe Peres
Nesta sexta-feira (26), em assembleia realizada no Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis, um  dia após a Câmara Municipal ter negado a abertura de investigação do prefeito Nogueira por infração político-administrativa, os servidores reforçaram a permanência na greve.


Após a assembleia, os servidores seguiram em cortejo simbólico do caixão do atual prefeito da cidade, Antônio Duarte Nogueira, fazendo o seu sepultamento em frente ao Palácio Rio Branco.

Servidores realizam
o enterro simbólico do
Prefeito de Ribeirão.
Para o vice-presidente do sindicato, Alexandre Pastova, a manutenção da greve deverá ser mantida até que o juiz responsável pelo dissídio coletivo marque uma data para a realização de uma audiência de reconciliação. Provavelmente, na semana que vem esta decisão será tomada.

Além disso, terça-feira haverá audiência pública sobre o Plano Municipal de Educação, na Câmara, ás 16:00. Os funcionários públicos entendem que derrubar o PME monstrengo do governo e voltar a discutir o Plano elaborado em 2015 é vital para o futuro da Educação e do fortalecimento dos Conselhos Municipais de diversos setores nos próximos anos. Veja o vídeo:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comissão de Direitos Humanos realiza reunião aberta aos movimentos sociais e anuncia troca de gestão.

Antônio Luís Oliveira é o novo Presidente da CDH da OAB/ RP. Fotos: Comissão de Direitos Humanos da OAB/RP Por CDH da OAB/RP ...