terça-feira, 23 de abril de 2019

Vereadores tentam ignorar pedido de encerramento por parte dos servidores, realizar a sessão na Câmara mas sob pressão, obstruem-na novamente

Vereadores debatem se devem dar sequência à sessão.
Fotos: Filipe Peres


Nesta terça-feira (22), na Câmara Municipal, os vereadores bem que tentaram ignorar os gritos de "encerra!" e abriram sessão. Entretanto, sob um barulho ensurdecedor promovido pelos servidores presentes foram obrigados a encerrarem os trabalhos.


A tentativa de tocar a sessão veio após os políticos sofrerem grande pressão midiática colocando os servidores contra o governo, contra a população e contra eles mesmos. Representantes da direita vieram com cartazes para exercerem pressão sobre o Presidente da Casa, Lincoln Fernandes (PDT). Eles traziam cartazes ironizando o posicionamento do pedetista.

Em protesto, servidores viraram de costas durante a sessão.


De nada adiantou. Os cartazes foram arrancados antes do início e, a medida que a sessão seguia mais os servidores gritavam palavras de "encerra!". No final, ela foi obstruída e a greve continuará o seu curso.

No final do dia, o juiz Gustavo Lorenzetti declarou-se incompetente para julgar a liminar que impunha obrigatoriedade de voltam ao trabalho e multa ao sindicato, mantendo-a mas retirando todas as multas. O processo, agora, irá para o TJ-SP.

Com a pauta trancada e a queda da multa, Nogueira toma um golpe que não esperava. A greve não acabou mas mostrou-se promissora aos grevistas.

O boneco"Nogueiróquio" deu as caras.

Mais fotos:

Apenas 3 vereadores se negaram a abrir sessão desde o início.

A Câmara recebeu um grande aparato policial.


Mesmo com a sessão encerrada, a luz apagada, os servidores e a GCM permaneceram no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Equipe técnica, ligada ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, está desenvolvendo estudo para a elaboração de políticas públicas que atendam as mulheres em Ribeirão Preto.

Equipe técnica está realizando estudo profundo e técnico para propor Políticas Públicas paras as Mulheres, em Ribeirão Preto. Fotos: Sil...