terça-feira, 16 de abril de 2019

Dois fatos que simbolizam uma conquista para a cidade que envolve a educação


Servidoras pedem a participação do Conselho Municipal de Educação em ato realizado nesta terça-feira (16), na Câmara Municipal.
Foto: Filipe Peres


Por Danilo Valentim

Em meio à greve ocorreram dois fatos que simbolizam uma conquista para a cidade que envolve a educação:

1- Ontem, no ato da greve em frente à prefeitura, o vereador Issac Antunes, que preside a Comissão Constituinte e Justiça, fez um discurso para todos os servidores presentes, garantindo que o CME foi desrespeitado e a lei foi ferida pelo executivo ao encaminhar o PME à Câmara sem ser aprovado pelo CME antes do legislativo;


2- Hoje pela manhã, o vereador Fabiano Guimarães, presidente da Comissão de Educação da Câmara, recuou e suspendeu as audiências públicas que estavam previstas para começar desde ontem.

Estes dois fatos revelam que não existe conquista sem luta, não existe avanço sem enfrentamento. Tanto o discurso de Isaac quanto o recuo de Fabiano Guimarães são frutos de uma luta séria e comprometida de entidades  (Apeoesp, Aproferp), professores, profissionais da educação, pais, comunidade escolar e, principalmente, Conselho Municipal de Educação. Sendo assim, temos o compromisso público de Isaac Antunes, presidente da CCJ, que se posicionou favorável ao CME e da aprovação do PME pelo CME antes do legislativo. 

Este episódio é um exemplo importante de que sem luta e enfrentamento não há conquistas. Ele impulsiona e dá forças ao movimento de greve que ocorre neste momento, na cidade. Vamos em frente, força para a greve dos servidores!

Danilo Valentim é professor municipal e dirigente da Aproferp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comissão de Direitos Humanos realiza reunião aberta aos movimentos sociais e anuncia troca de gestão.

Antônio Luís Oliveira é o novo Presidente da CDH da OAB/ RP. Fotos: Comissão de Direitos Humanos da OAB/RP Por CDH da OAB/RP ...