sábado, 29 de julho de 2017

A mando da Secretaria Estadual da Educação, Diretoria de Ensino, conivente, fecha 19 salas.

Sindicalistas da APEOESP se unem contra o fechamento de salas de aula na D.E. de Ribeirão Preto.
Foto: Sandro Cunha


A mando do Governador Geraldo Alckmin, D.E. de Ribeirão Preto, em apenas uma canetada, fecha 19 salas, o equivalente a uma escola inteira.


Seguindo a lógica tucana de governar, sem nenhum motivo pedagógico, apenas visando economizar, a Secretaria Estadual da Educação fechou 19 salas de aula na região de Ribeirão Preto, no último dia 28. Com isso, alunos e professores serão obrigados a mudarem de salas e turnos, respectivamente, sem nenhum aviso prévio.

Outros tantos professores perderão aulas e ficarão desempregados.

Lideranças de vários correntes da APEOESP se uniram e pediram a dirigente que mantivesse as salas abertas, pelo menos, até o fim do ano letivo. Entretanto, surda ás reivindicações dos educadores, a Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto manteve a sentença e sacramentou mais este pequeno assassinato da educação no Estado de São Paulo.

Desde a ocupação das escolas pelos estudantes, o governo Alckmin vem adotando o fechamento de salas de modo silencioso, sem chamar muito a atenção da população, visto que já sabe que os eleitores são contrários ao fechamento de escolas e a consequente precarização da educação.

Fonte: Sandro Cunha.

Fotos abaixo: Fábio Sardinha.




Nenhum comentário:

Postar um comentário